O que é a endorfina e como ela ajuda você a ser mais feliz

Conhecida como “hormônio da felicidade”, ela é provoca sensação de bem-estar e prazer. Saiba mais.

(763 Votos)
4.9/5

A nossa rotina está cada vez mais atribulada. Ainda assim, muita gente não abre mão de encontrar um tempinho na agenda para praticar atividades físicas. Há quem diga, inclusive, que é “viciado” em exercícios. A afirmação, apesar de um pouco exagerada, faz sentido e pode ser explicada por uma palavra: endorfina. 

Essa substância produzida por uma glândula hipófise, que fica na base do cérebro, tem ação analgésica e, ao ser liberada, estimula a sensação de bem-estar físico e mental, o que faz dela uma fonte natural de energia e motivação para enfrentar a correria do dia-a-dia. 

Sabe aquela sensação gostosa que você sente depois de um passeio de bicicleta? É culpa da endorfina. Os exercícios físicos, no entanto, não são a única forma de estimular a liberação desse neurotransmissor. Quer saber quais são as outras? Nós, da MetLife, vamos contar neste artigo. 

Coma chocolate amargo

Alguns alimentos, além de saudáveis, podem estimular a produção de endorfina. Entre eles estão as fontes de proteína, como carnes, ovos, leites e seus derivados. Além disso, eles possuem serotonina, outro neurotransmissor que eleva as sensações de prazer e bem-estar. 

Podemos citar ainda a pimenta, o mel, a aveia, e o chocolate. Não é à toa que você sente aquela sensação de prazer depois de comer um bombom. O chocolate também é rico em tirosina, substância que estimula não só a liberação de endorfina, como também a produção de serotonina e dopamina. 

Para não sair da linha, prefira chocolates do tipo 70% cacau (no mínimo). Eles têm maior poder antioxidante e menor teor de açúcares. 

Encontre amigos e dê boas risadas

Depois de um dia estressante, você encontra amigos, dá boas risadas, come aquele seu sanduíche favorito e tem a impressão de que todos os problemas ficaram para trás. A sensação de relaxamento em situações sociais como essa também é efeito da poderosa endorfina. 

Portanto, procure tempo para boas conversas, abraços e diversão. Sua saúde física e mental agradecem.  

Pratique exercícios físicos

Não é novidade: se exercitar é a forma mais natural de estimular a endorfina no organismo. Quando praticamos alguma atividade, o nosso cérebro eleva as suas funções e libera mais neurotransmissores para a corrente sanguínea. 

E não é só a endorfina que atua no seu corpo quando você se mexe. Outros hormônios relacionados às sensações de prazer como a serotonina, a dopamina e a ocitocina também entram em ação. 

Corrida, caminhada, dança, bicicleta… não importa! Procure a atividade mais adequada para você, deixe a preguiça de lado e mexa-se! No final, você vai sentir que valeu muito a pena. 

Cultive os pensamentos positivos

Por ser uma espécie de anestésico natural, a endorfina ajuda a amenizar dores, sejam físicas ou emocionais. Quando encaramos os problemas de forma positiva e bem-humorada, ajudamos a hipófise a produzir endorfina. O resultado: menos tristeza e ansiedade. 

© Copyright 2021 Neonature

Política de Privacidade | Termos de Uso

Como aliviar dores de cabeça sem ajuda de remédios?

Banhos, chás e até café são dicas preciosas que ainda evitam a ingestão de medicamentos sem necessidade

(826 Votos)
4.4/5

Compromissos no trabalho, filhos, vida pessoal, tarefas de casa, contas para pagar… Ufa! Com a vida frenética que a sociedade nos impõem, fica difícil não sentir dores de cabeça de vez em quando. A boa notícia é que é possível aliviar essas dores que tanto incomodam sem o uso de medicamentos. Quer saber como? Veja as dicas que a MetLife preparou para os seus segurados. 

Banho morno

Não existem dúvidas de que um delicioso banho depois de um exaustivo dia de trabalho é extremamente relaxante. A água quente ajuda a dilatar artérias e vasos sanguíneos, o que pode trazer um alívio da dor de cabeça. Deixe a água cair diretamente na cabeça por alguns minutos. Isso traz uma gostosa sensação de bem-estar e relaxamento.  

Massagem na cabeça

Uma boa massagem na cabeça também ajudar a minimizar as dores chatas no local. Com as pontas dos dedos, massageie por uns 10 minutos, a testa, a nuca e parte lateral da cabeça. Isso aumenta a circulação no local e ameniza as incômodas dores. Dica extra: faça a massagem de preferência depois de um bom banho. 

Café

Aquele cafezinho quentinho cai bem em praticamente qualquer hora do dia, certo? A cafeína é um poderoso estimulante e pode ajudar a combater naturalmente as dores de cabeça, em poucos minutos. Tome uma boa xícara de café forte e sem açúcar. 

Compressa morna na testa

As famosas bolsas de água morna também são extremamente eficazes para amenizar dores de cabeça. Use uma compressa morna na testa, têmporas e na nuca. A água nessa temperatura promove a dilatação dos vasos sanguíneos da cabeça, diminuindo o volume de sangue, promovendo o alívio quase que imediato da enxaqueca. 

Use e abuse do chá de gengibre 

O gengibre tem propriedades análgésicas e anti-inflamatórias que ajudam amenizar as dores de cabeça. Para fazer o chá, basta colocar um pequeno pedaço de 4 cm de gengibre em uma xícara com água quente e deixá-lo em imersão por cerca de 5 minutos. Depois disso, é só coar e beber. 

Evite luzes e ruídos intensos

Deite em um local fresco, sem a presença de luzes, ou iluminação indireta, e em silêncio. Esses estímulos externos podem agravar a enxaqueca. Por isso, é fundamental relaxar em um ambiente aconchegante. Nessa hora, evite pensar em tudo que te aborrece ou preocupa.  

Use e abuse de nossas receitas naturais. Mas, caso os sintomas persistam, vale uma visita ao seu médico, combinado? 

© Copyright 2021 Neonature

Política de Privacidade | Termos de Uso

Inclua as frutas do outono no seu cardápio e alimente-se bem

Listamos 5 frutas da estação que trazem benefícios à saúde

(1264 Votos)
4.7/5

Em um mundo que procura cada vez mais uma vida fitness, comer direito representa muito mais do que uma redução nos números da balança. Apostar na reeducação alimentar traz muitos benefícios e comer saudável com uma alimentação rica em frutas e hortaliças pode ser sim muito prazeroso, principalmente, se você seguir a natureza e aproveitar as frutas da estação.

A preocupação com uma vida saudável e segura é um dos ideais da MetLife e para isso aliamos informação e suporte, oferecendo soluções para quem quer estar sempre protegido para realizar seus planos.

Comer frutas e vegetais integrais pode reduzir o risco de doenças crônicas como diabetes, cardiopatias e até câncer. Isto porque elas são carregadas de vitaminas, minerais, fibras, antioxidantes e outros fitoquímicos.

Para que você possa introduzir uma alimentação mais saudável na sua rotina sem sofrimento e com mais sabor, listamos as frutas do Outono, afinal essa é a época em que frutas e hortaliças ficam mais saborosas para o paladar humano, de acordo com a Associação Brasileira de Horticultura. 

1. Abacate

O abacate é rico em gorduras monoinsaturadas, fibras, ácido fólico e potássio. Aumenta o HDL (colesterol bom) e diminui o LDL (colesterol ruim), além de ser a fruta queridinha das dietas paleo e cetogênica.

2. Caqui

O caqui possui cálcio, ferro e betacaroteno, que atua como antioxidante e combate a produção de radicais livres (prevenindo o envelhecimento precoce e doenças). 

3. Pera

A pera é uma fruta riquíssima em vitaminas e minerais. Possui vitaminas A, B1, B2 e C, cálcio, ferro, fósforo, magnésio, potássio, sódio, silício, entre outros minerais. De fácil absorção pelo organismo, ajuda no emagrecimento e nas funções intestinais pela presença de fibras. É um bom complemento alimentício para a formação dos ossos, dentes e sangue e mantêm o equilíbrio interno e vigor do sistema nervoso.

4. Banana

Fonte rica de minerais, potássio, triptofano, vitaminas (como a B6) e fibras, a banana auxilia na digestão e alivia e restaura o intestino após diarreia, além de proteger contra doenças cardíacas. Dica: a casca da banana também contém vários nutrientes, açúcares naturais (como a glicose e sacarose) e minerais. Pode e deve ser utilizada em preparos alimentícios, aliando baixo custo sem deixar para trás o bom paladar. 

5. Tangerina

Também conhecida como bergamota e mexerica, ela é sempre boa fonte de vitaminas A e C, sais minerais (como potássio, cálcio e fósforo) e fibras, melhorando o funcionamento do intestino. É conhecida por seu efeito diurético, digestivo, aumento na eficiência física e no sistema imunológico.

© Copyright 2021 Neonature

Política de Privacidade | Termos de Uso